Carta aberta ao meu Irmão

Ser Irmã foi a primeira grande experiência e ensinamento de partilha que tive. E foi contigo, que sem saberes já me ensinavas.

Contigo partilhei o mesmo útero, em tempos diferentes é certo, partilhei a mesma mãe, o mesmo colo, o mesmo toque, o mesmo cheirinho.

Partilhamos a mesma infância.

Ter um irmão é partilhar uma história de vida inicial tão, mas tão semelhante, que talvez isso explique porque quando te olho te conheça de uma forma que não conheço mais ninguém.

Tu estavas lá; nos mesmos momentos difíceis; nos mesmos momentos de coragem; de tristeza e de alegria.

Partilhamos os mesmos Avós, os mesmos tios e primos, os mesmos casamentos e funerais, partilhamos os mesmos almoços de família e os mesmos natais.

Partilhamos os mesmos brinquedos, os mesmos banhos de mangueira, os mesmos dias de praia no Verão, os mesmos dias de sofá no Inverno, com a mesma manta, partilhamos a mesma televisão (esta foi difícil), partilhamos a mesma correria pela casa de chinelo atrás do rabo, a mesma cama (muitas vezes), os mesmos medos e segredos.

Faz hoje anos que nasceste meu Irmão, e que tanto que eu agradeço por isso, foi tão mais fácil descobrir a vida contigo a meu lado.

Parabéns para ti!

Cinderela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s